standard-title Relatório e Contas

Relatório e Contas

UNIÃO REGIONAL DAS INSTITUIÇÕES PARTICULARES DE SOLIDARIEDADE SOCIAL DO ALGARVE

RELATÓRIO DE CONTAS DO ANO DE 2019

pdf

UNIÃO REGIONAL DAS INSTITUIÇÕES PARTICULARES DE SOLIDARIEDADE SOCIAL DO ALGARVE

RELATÓRIO DE CONTAS DO ANO DE 2018

Nos termo dos Estatutos desta União Regional vem esta Direção apresentar á sua Assembleia-Geral o seu Relatório e Contas relativo ao ano de 2018.

Ao longo deste mandato tempos vindo a tratar do tema “Conhecimento”. Quer isto dizer que criamos todas condições para transmitir às Instituições o saber para que estas possam seguir em frente cumprindo a Lei, normas e regulamentos em vigor. È verdade que há Instituições que continuam a pensar que podem seguir em frente sozinhas, ignorando os nossos apelos. Continuaremos na linha de apoio a todas as Instituições mas daqui para a frente não com o tema do conhecimentos, mas na linha do saber fazer.

Em 2017 iniciamos as visitas ás Instituições e em 2018 continuamos essas visitas. Os objetivos das mesmas tem a ver não só para se conhecer as realidades de cada uma delas, mas também para chamar a atenção da necessidade de participação em todos os temas que constam nas nossas atividades. Também em 2018 houve uma preocupação global que alarmaram todas as Instituições, que foi e entrada em vigor do RGPD (Regulamento Geral de Protecção de dados). Fizemos formação nessa área e criamos um documentos com a ajuda do nosso assessor jurídico
Dr. José Bento que foi distribuído às Instituições. Esse documento permitiu às Instituições adaptá-lo ás suas realidades.

O apoio continuou a ser dado pelo Drº. José Bento, pelo Drº. Eurico Vicente e também pelo Presidente da Direcção da Uripss Algarve. Foram apoiadas nas áreas da Legislação do Trabalho, CCTs assinadas entre a CNIS e os Sindicatos, bem como ainda na área da contabilidade e fiscalidade.

Continuamos a assinar parcerias com empresas que permite às Instituições obter bons descontos quer na área de aquisição de bens como na área dos serviços.
Continuamos a solicitar às Instituições o pagamento das quotas, pois é o único meio para assegurar a estrutura de serviços para apoia-las.
Obtivemos da Camara Municipal de Faro apoio para pagamento das rendas da Sede da União Distrital.

O Presidente a Direção participou nas reuniões do Conselho Geral da CNIS e juntamente com outros membros da Direcção na Comissão Distrital para a Cooperação.
A Conta de Gerência apresenta:

RECEITA: . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 22.744,11 Euros

DESPESAS .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20. 869,21 Euros
SALDO DO ANO ANTERIOR . . . . . . .10.765,36 Euros
SALDO QUE TRANSITA PARA ANO SEGUINTE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12,640,26 Euros

Faro, 25 de Março de 2019

A DIRECÇÃO

UNIÃO REGIONAL DAS INSTITUIÇÕES PARTICULARES DE SOLIDARIEDADE
SOCIAL DO ALGARVE

RELATÓRIO DE CONTAS DO ANO DE 2017

Nos termo dos Estatutos desta União Regional vem esta Direção apresentar á sua Assembleia-Geral o seu Relatório e Contas relativo ao ano de 2017.
O ano de 2017, demos continuidade ao “CONHECIMENTO” com atividades e formação de maneira a dotar as Instituições do saber para que haja menos incumprimentos no exercício das suas atividades.

Foi o ano em se iniciou a visita a Instituições dos Concelhos de Alcoutim, Castro Marim, Vila Real de Santo António e uma parte do Concelho de Tavira. Nestas visitas  inteiramos não só da realidade de cada Instituição, como também mostramos a nossa disponibilidade para dar o apoio necessário.

Continuamos com o apoio jurídico ás Instituições com a colaboração do Drº. José Bento, tendo muitas beneficiado desse apoio como também do Presidente da Direção no  que diz respeito ás CCTs que a CNIS assinou com os Sindicatos.  Contratamos uma nova Assessoria na área da Contabilidade e Fiscalidade, sendo esta assessoria ministrada pelo Dr. Eurico Vicente.

Continuamos com a campanha de angariação de novas Instituições, sendo agora 80 Instituições associadas. Fizemos formação profissional na área de recursos humanos e
outras áreas através das nossas parcerias F3M e Fundação António Silva Leal.  Assinamos parcerias com mais empresas, nomeadamente o Grupo Trivalor, Diversey, Social Shop, Tecnicntrol, GABCLC, Algarseguros e encetamos negociações com a Luzigás. Continuamos a solicitar ás Instituições o pagamento das quotas, pois sem isso não será possível criar esta estrutura de apoio que esta Direção está a montar, para que não haja incumprimentos, fator gerador de coimas cujos valores são bastante altos Alertamos para o novo Regulamento de proteção de dados e a necessidade das Instituições terem se adaptar para esta nova realidade.
Obtivemos do apoio da Camara Municipal de Faro apoio para o pagamento das rendas da Sede da União Distrital.

O Presidente da Direção esteve presente nas reuniões doConselho Geral da CNIS.
Também esta Direção esteve representada na Comissão Distrital para a Cooperação.

A Conta de Gerência apresenta:

RECEITA: . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .  . . . . . . . . . . . 24.673,67 euros
DESPESAS .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20. 953,84 euros
SALDO DO ANO ANTERIOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .  . . . . . . . . . . . .  . . . 7.045,53 euros
SALDO QUE TRANSITA PARA ANOSEGUINTE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10,765,36 euros

Faro, 14 de Março de 2017

A DIRECÇÃO